Tudo que você precisa saber para começar a investir em Fundos Imobiliários!

Tudo que você precisa saber para começar a investir em Fundos Imobiliários!

Autor: Nathalia Marcussi | Data: 12.06.2020

O que são Fundos Imobiliários?

Os fundos de investimento imobiliário, conhecidos pela sigla FII, são formados por grupos de investidores com o objetivo de aplicar recursos em diversos tipos de investimentos imobiliários, podendo ser em imóveis já prontos ou no desenvolvimento de um novo empreendimento, como edifícios comerciais, shoppings centers, hotéis e hospitais.

O objetivo é simples: conseguir retorno pela exploração de locação, arrendamento, venda do imóvel e demais atividades do setor.

Passo-a-passo para começar a investir:

  1. Acesse o Home Broker, colocando seu login e senha na plataforma da sua corretora.
  2. Selecione na área do Home Broker a opção Comprar.
  3. No campo ‘’Ativo’’ informe o código do fundo que queira comprar. (Geralmente ele é formado por quatro letras e dois números).
  4. Informe também a quantidade e o preço desejado.
  5. Conclua a ação e envie a ordem.

Qual é a média do rendimento de um Fundo Imobiliário?

Fundos imobiliários costumam ter rentabilidade de 0,5% a 0,7% (a.m) livres de imposto, ou seja, esse dinheiro cai diretamente na sua conta da corretora.

Como ganhar dinheiro com Fundos Imobiliários?

Há duas formas de ganhar dinheiro com os Fundos Imobiliários, com rendimentos ou com valorização de cotas.

Para você que procura por investimentos que gerem renda, os fundos imobiliários são uma ótima opção para a sua carteira, pois muitos deles distribuem rendimentos periódicos em dinheiro aos cotistas, geralmente referentes aos aluguéis pagos pelos inquilinos dos imóveis. No caso do Shopping, os inquilinos deste imóvel são as lojas.

Outra forma de ganhar dinheiro com os fundos de imobiliários é com a valorização de cotas, já que, os fundos possuem aplicações e resgates. Esta é a forma mais comum de entrar e sair de um investimento. Além disso, o investidor que se torna cotista de um fundo imobiliário já em operação pode adquirir cotas na bolsa, comprando-as de outros investidores que queiram se desfazer das suas costas.           

Como identificar bons fundos imobiliários e onde encontrar esses fundos?

Algumas dicas para identificar bons fundos imobiliários são: analisar o portfólio do fundo, conhecer os administradores do fundo, entender quantos são os inquilinos do fundo já que com apenas um, o risco é muito maior dele não pagar ou atrasar o pagamento e pensar a longo prazo, dado que os FIIs têm a expectativa de alto retorno a longo prazo. 

Quais são os riscos dos Fundos Imobiliários?

Por serem ferramentas de investimentos, fundos imobiliários têm alguns riscos em comum com a maioria dos ativos financeiros. Como os FIIs possuem uma natureza mista, tendo características tanto de renda fixa como de renda variável, grande parte dos seus riscos estão associados a esses dois tipos de investimentos. 

Os 7 riscos mais comuns dos Fundos Imobiliários:

  • Risco de Mercado: representa o risco envolvido nas variações do preço do ativo em si. Ou seja, representa a possibilidade do papel se desvalorizar e, com isso, proporcionar perdas ao investidor.

  • Risco de Liquidez: sabendo que a liquidez é a facilidade de transformar o ativo financeiro em dinheiro, e no caso dos fundos imobiliários, essa liquidez só é possível com o investidor vendendo as cotas que possui no mercado, dependendo do momento e do tipo de fundo, pode ser que não haja compradores dispostos e interessados a comprá-las.

  • Risco de vacância e inadimplência: Caso um imóvel específico apresentar dificuldades para encontrar locatários, ou se o locador está com dificuldades em pagar as suas obrigações, parte da receita será comprometida.

  • Risco de crédito: A existência do risco de crédito se refere às dívidas adquiridas pelo fundo, seja por meio LHs e CRIs, LCIs ou diversos outros ativos usados para financiar os empreendimentos do fundo. Com isso, se um dos emissores tiver problemas para remunerar o
    rendimento de seus papéis, o rendimento do fundo poderá ser prejudicado.

  • Risco Físico: Os imóveis pertencentes à carteira do fundo também correm o risco de sofrerem imprevistos de ordem física, como inundação por enchentes, incêndios, desastres naturais, depredações, desabamentos e acidentes causados por falha humana.
  • Risco de Sazonalidade: É o risco que acontece principalmente em ativos de shoppings e varejo. Os rendimentos desse fundo são providos pelo valor de aluguel das lojas junto com participação nas vendas. Se as vendas no shopping forem fracas, esse fundo acaba rendendo pouco ou muito menos do que deveria.
  • Riscos de especificidade: Existem fundos imobiliários que trabalham com ativos específicos. Por exemplo: um hospital só pode ter atividades hospitalares. Se o hospital tiver algum problema e cancelar o contrato, será difícil achar uma nova empresa do mesmo ramo para substituir. O investimento pode ficar arriscado, mas também costuma ser mais rentável.

E quais são os melhores Fundos Imobiliários do mercado?

Segundo a Infomoney, os fundos imobiliários que trouxeram um maior retorno do ano de 2019 foram: Hotel Maxinvest (HTMX11), CSHG logística (HGLG11) e Maxi Renda (MXRF11).

Você também pode analisar outros fundos no site: https://www.fundsexplorer.com.br/

Quer entender mais sobre este tópico? Nós temos o curso ideal para você.

Acesse: https://guruinvestidor.com.br/loja/presenciais/formando-investidores-presencial/.

Escute o nosso podcast sobre FUNDOS IMOBILIÁRIOS: https://open.spotify.com/episode/1x7BfxxR4I78uMYN833BFm

1 comentário em “Tudo que você precisa saber para começar a investir em Fundos Imobiliários!”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
× How can I help you?